Criadouro

O complexo do Instituto Pauxi Mitu ocupa uma área de 5.000 m2, na região de Borá, noroeste de São Paulo, compreendendo laboratórios, salas de pesquisa, viveiros, escritório e área para visitação.

O Instituto Pauxi Mitu construiu uma estrutura inigualável, com laboratórios modernos para reprodução assistida, seguindo as normas mais rigorosas de biosseguridade e recintos que respeitam a qualidade de vida das aves, trazendo como consequência ótimos índices reprodutivos.

O projeto foi integralmente executado com supervisão de Fernando Pinto, presidente do IPMA-AL, e do veterinário Alexandre P. Resende Netto Armando, que possuem reconhecido know-how para a atuação em todas as instâncias que envolvem a preservação de espécies ameaçadas de extinção e para o tratamento de diversos tipos de animais.

O criadouro científico do Instituto Pauxi Mitu oferece um ambiente completo para pesquisadores de todo o país e está aberto para o agendamento de visitas monitoradas gratuitas. Visando atrair ainda mais o interesse da comunidade, o complexo inclui ainda um criadouro com mais de trezentas outras espécies de aves, acomodadas em uma área ampla, planejada para que os animais tenham o melhor ambiente possível e os visitantes passem por uma experiência instrutiva e prazerosa.

Conheça o complexo

O instituto possui uma estrutura moderna de laboratórios para criação dos filhotes sob cuidados humanos, com todas as salas climatizadas e divididas por etapas, respeitando todas as normas de biosseguridade.  

botao Laboratório

de incubação artificial de ovos

Trabalhamos com espécies ameaçadas de extinção e também com uma espécie extinta na natureza, por isso, cada ovo é muito importante ! Toda tecnologia e informação é essencial para atingirmos o sucesso da reprodução assistida destas aves. Para tal, trabalhamos com chocadeiras modernas, que mantém a temperatura e a umidade constantes durante todo o período da incubação artificial. Bons equipamentos e equipe extremamente treinada são fundamentais para alcançarmos os melhores resultados, já que variações bruscas de temperatura e umidade, ou mão de obra mal qualificada, poderiam acarretar danos ao embrião e aos filhotes. Nesse processo, procuramos reproduzir com toda a precisão tecnológica o trabalho da mãe natureza. Realizamos exames diários de ovoscopia, processo pelo qual emitimos uma luz fria no ovo, para monitorar o desenvolvimento embriológico até o nascimento da ave.

Ovo Embrionado
Ovo Embrionado
Ovoscopia
Ovoscopia
Preparo Ovoscopia
Preparo Ovoscopia

botao Sala Berçário 1

Criação de psitacídeos em UTAs (Unidades de Terapia Animal)

Após o nascimento, as aves criadas sem os pais precisam de cuidados neonatais criteriosos. Os filhotes ficam em UTAs – Unidades de Terapia Animal, com ambiente controlado, mantendo a temperatura e a umidade conforme a necessidade de cada espécie, garantindo todas as condições necessárias para um crescimento saudável, com proteção contra riscos externos. Os filhotes de psitacídeos ficam, em média, 60 dias na UTA, recebendo alimentação por sonda, em intervalos de duas horas, o que deve ser feito por profissionais com alta qualificação e treinamento, caso contrário, todo o trabalho de anos de tentativas de reprodução pode acabar nesta etapa. Por isso o Instituto Pauxi Mitu investe em tecnologia e treinamento constante para sua equipe.

botao Sala Berçário 2

Sala de criação de cracídeos em UTAs e caixa de criação de mutuns

Após o nascimento, os filhotes de mutuns criados sem os pais precisam de cuidados neonatais criteriosos. Os filhotes ficam em UTAs somente por 24 hs, sendo transferidos, a seguir, para caixas desenvolvidas especificamente para este fim, onde permanecem por cerca de dois meses. Depois desse período, eles são transferidos para a creche, em recinto fora da área de laboratório, onde já ficam em temperatura ambiente, mas em constante observação e cuidados.

botao Sala Berçário 3

Sala de criação de filhotes de aves aquáticas

O laboratório do Instituto Pauxi Mitu possui também uma sala para criação de filhotes de aves aquáticas, com temperatura controlada e equipada com um sistema inovador no Brasil: a caixa de criação de filhotes de aves aquáticas, que proporciona às aves água corrente e fonte de calor, garantindo que o filhote possa nadar desde os primeiros dias de vida, permanecendo sempre aquecido.

botao Creche

Recintos fora do laboratório, onde os animais já ficam em temperatura ambiente, mas em área restrita e em observação constante

O instituto possui duas creches, uma para criação de filhotes de galiformes em geral e outra para criação dos filhotes de psitacídeos.
A creche é fundamental para que os filhotes passem por uma lenta transição entre o ambiente controlado do laboratório e a temperatura ambiente, onde não há controle rígido de temperatura e umidade. Dessa forma, os filhotes conseguem aprender a controlar sua temperatura interna com segurança.

botao Viveiros

Recintos fora do laboratório, onde os animais já ficam em temperatura ambiente, mas em área restrita e em observação constante

O complexo possui viveiros que variam de 3 a 45 m2 e foram planejados para oferecer um espaço amplo e seguro para os animais, garantindo às aves qualidade de vida, sob cuidados humanos.

botao Viveiros

Viveiros do criadouro científico

No criadouro científico, os viveiros possuem uma estrutura especial, com recintos de 3,6 metros de largura por 12,5 metros de cumprimento e 5,0 metros de altura. Todos eles são decorados com troncos naturais e vegetação, para melhor ambientação das aves. Com esse tipo de recinto, conseguimos reproduzir o espaço natural das espécies, o que contribui para seu bem estar, facilita a reprodução de aves raras e favorece a realização de pesquisas, porque estimula que os animais reproduzam seu comportamento natural.

botao Viveiros

Viveiros do criadouro de aves exóticas

No criadouro de aves exóticas há mais de 143 viveiros, alguns deles construídos com a finalidade de reproduzir as condições naturais. Cercado por um belo jardim com um lago para aves aquáticas, o Setor H abrange uma área de 2.275 m2, tem ambiente bem arborizado e dimensões planejadas para propiciar harmonia entre as aves. Observar aves exóticas como marrecos e o cisne-negro em ambientes naturais é um deleite para os visitantes. Na pirâmide central do setor, reproduzimos um ambiente extremamente natural como de floresta, para a criação de pombas exóticas como as duculas aenea e a pomba goura. O criadouro de aves exóticas possui ainda diversos viveiros cercados, cada um com seu lago individual, para a criação de aves aquáticas.

botao Área de visitação

Todas as aves do complexo ficam em viveiros posicionados de modo estratégico para facilitar a observação dos visitantes, em um ambiente arborizado, espaçoso e com toda a segurança necessária para pessoas e animais.
O percurso completo oferece aos visitantes a possibilidade de assistir ao trabalho feito nos laboratórios, através de grandes janelas de vidro, e de percorrer o criadouro, observando de perto todas as aves, desde as espécies ameaçadas de extinção às exóticas.
O Criadouro Científico Pauxi Mitu possui anfiteatro para palestras sobre o trabalho do criadouro e sobre assuntos ligados à preservação ambiental, destinado às visitas monitoradas.

Visita Monitorada, Setor B
Visita Monitorada, Setor B
Visita Monitorada, Setor F
Visita Monitorada, Setor F
Visita Monitorada, Setor H
Visita Monitorada, Setor H
Visita Monitorada, Setor H
Visita Monitorada, Setor H
Anfiteatro
Anfiteatro
Laboratório de Reprodução
Laboratório de Reprodução
novobg